Logo ASP

Notícias



CE aprova nome de Nilo Peçanha para trecho fluminense da BR 101 Fonte: Agência Senado

Pedro França/Agência Senado
Ao lado do relator, senador Wellington Fagundes, o senador Dário Berger (à esq.) comandou a reunião da CE que aprovou a homenagem ao ex-presidente do Brasil, que era fluminense de Campos dos Goytacazes

Ao lado do relator, senador Wellington Fagundes, o senador Dário Berger (à esq.) comandou a reunião da CE que aprovou a homenagem ao ex-presidente do Brasil, que era fluminense de Campos dos Goytacazes

A Comissão de Educação (CE) aprovou nesta terça-feira (27) o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 43/2018, que batiza de Presidente Nilo Peçanha o trecho da rodovia BR-101 em todo o estado do Rio de Janeiro. O projeto segue para análise em Plenário.


O texto altera a Lei 10.292, de 2001, que denomina a BR-101 de Rodovia Governador Mário Covas, para destacar o trecho da rodovia no Rio.


De autoria do deputado Paulo Feijó (PR-RJ), o projeto foi relatado na comissão pelo senador Welington Fagundes (PR-MT), que considerou a iniciativa uma “justa homenagem ao político que tanto contribuiu para o engrandecimento do Brasil”.


Nilo Peçanha


Fluminense de Campos dos Goytacazes, Nilo Peçanha estudou na Faculdade de Direito de São Paulo e depois na Faculdade de Recife, onde se formou. Iniciou a carreira política ao ser eleito para a Assembleia Constituinte em 1890. Em 1903, foi eleito sucessivamente senador e presidente do estado do Rio de Janeiro, permanecendo no cargo até 1906, quando foi eleito vice-presidente da República, no governo de Afonso Pena. Com a morte de Afonso Pena, em 1909, assumiu o cargo de presidente.


Em sua gestão, criou o Serviço de Proteção ao Índio (SPI), cuja chefia foi entregue ao marechal Cândido Rondon, e o Ministério da Agricultura, Comércio e Indústria. Também iniciou o ensino técnico no país.


Peçanha também teria sido o primeiro presidente negro do país. Alguns historiadores afirmam que ele escondia suas origens africanas e mandava retocar as fotografias presidenciais para branquear sua pele escura.


Ao fim do seu mandato presidencial, retornou ao Senado e ainda tornou a se candidatar à presidência da República pelo Movimento Reação Republicana, em 1921, mas perdeu a eleição para Artur Bernardes. Faleceu em 1924, no Rio de Janeiro.


 


Fonte: Agência Senado

-------------------------------------------------
AgênciaSenado
https://www12.senado.leg.br

Mais Notícias

Juiz de Campos sofre processo administrativo disciplinar por demora na análise de processos

Debate abre nesta terça-feira as comemorações pelos 52 anos do Teatro de Bolso

Walmart Campos será reinaugurado nesta terça sob bandeira BIG

CCZ reforça ações contra o mosquito Aedes aegypti

Plano de saúde: operadora exclui de convênio dependentes acima de 25 anos

Imposto de Renda 2020: declaração poderá ser entregue a partir de 2 de março; confira

Frente fria vai deixar temperaturas mais baixas no carnaval

Vai trabalhar no carnaval? Confira os direitos trabalhistas

Governo do estado estabelece ponto facultativo no carnaval

AGORA É LEI: PROGRESSÃO FUNCIONAL DOS SERVIDORES DO JUDICIÁRIO SERÁ A CADA DOIS ANOS

Projeto do MP do Rio regulamenta afastamento de servidor para atuar em sindicato e associação

Reforma da Previdência é promulgada pelo Congresso Nacional

Agora é lei: empregado de órgão público do Rio que atende a população deve usar crachá

Presidente da Ancine é acusado de estelionato e falsidade ideológica

Festival de Vinhos acontece nesse fim de semana no Boulevard Shopping

Itaú Unibanco vai fechar 400 agências até o fim deste ano

Caixa reajusta preços das loterias; aposta mínima da Mega-Sena passará a R$ 4,50

Moro pede que PGR apure citação a Bolsonaro em caso Marielle

Flamengo x River: Chile cancela evento com Trump; tensão sobre final da Libertadores aumenta

Parque de diversões é interditado em Campos

Voos diários serão ampliados no aeroporto de Campos em 2020

AGORA É LEI: LICENÇA DE SERVIDOR QUE TIVER FILHO COM MICROCEFALIA SERÁ AMPLIADA

Torcedor do Flamengo que planejava invasão é preso dentro do Maracanã

Alerj decide soltar cinco deputados estaduais acusados de corrupção

Vazamento de óleo pode ter partido de navio irregular, diz Marinha

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas