Logo ASP

Notícias



Witzel e Paes são favoráveis a ‘testes de integridade’ sobre servidores públicos

Foto Marcos de Paula / Agencia
RI - Rio de Janeiro (RJ) - 21/09/2018 - Fotos exclusivas para o Caderno Reage Rio sobre violencia. Na foto, Policiais militares fazem patrulhamento ao lado da cabina reativada na Praça Seca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro

RI - Rio de Janeiro (RJ) - 21/09/2018 - Fotos exclusivas para o Caderno Reage Rio sobre violencia. Na foto, Policiais militares fazem patrulhamento ao lado da cabina reativada na Praça Seca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro

Presente na lista de propostas de Wilson Witzel (PSC) e Eduardo Paes (DEM), o “teste de integridade” de servidores públicos poderá ser adotado pelo próximo governador do Estado. Os candidatos que disputam o segundo turno da eleição para o Palácio Guanabara já externaram o desejo de colocar o agente público em uma situação que não esteja de acordo com as leis da administração, o que resultaria em, no mínimo, um processo administrativo, que poderia resultar na expulsão do funcionário.


Em seu plano de governo, Witzel cita três protocolos de controle para regular a honestidade dos servidores. Ele aponta, em primeiro lugar, a adoção do “teste de honestidade”, com a aplicação de processos administrativos caso o funcionário cometa alguma infração. As outras duas medidas são a adoção de um “manual de conduta” do servidor e a criação de uma corregedoria dentro da Controladoria Geral do Estado (CGE-RJ).


Paes, por sua vez, reforçou sua intenção de adotar o “teste de integridade” para verificar se existe alguma prática de infração contra a administração. O candidato promete, também, outras medidas para monitorar os agentes públicos.


— Vou criar a Secretaria de Integridade Pública e um Disque-Denúncia da Corrupção. É preciso acompanhar como aquela pessoa vive. Vamos estabelecer metas, como alcançar o primeiro lugar do ranking de transparência do Ministério Público Federal no primeiro ano de governo — avaliou Paes.


MP idealizou medida contra a corrupção


Em março de 2016, o Ministério Público Federal apresentou documento contendo dez propostas contra a corrupção. Entre as ideias consta a realização do “teste de integridade”, simulando situações para avaliar a honestidade de agentes públicos, em especial os servidores da área de Segurança Pública.


O documentou resultou na elaboração de um projeto de lei, protocolado na Câmara dos Deputados. Após modificações, o texto foi aprovado em novembro de 2016. No Senado, porém, o texto segue parado. O “teste de integridade”, por sinal, divide juristas quanto a sua legalidade, por encenar uma situação contrária ao servidor.

-------------------------------------------------
extraonline
https://extra.globo.com/emprego/servidor-publico/witzel-paes-sao-favoraveis-testes-de-integridade-sobre-servidores-publicos-23144524.html

Mais Notícias

Garotinho abre guerra contra desembargador que compartilhou entrevista de Witzel

Boletos vencidos já podem ser pagos em qualquer banco

Detran mantém emplacamento após Justiça suspender adoção do novo modelo do Mercosul

Não usar cadeirinha é um risco para pais e crianças, alertam especialistas

AGORA É LEI: NORMA QUE ESTABELECE TEMPO MÁXIMO DE ESPERA EM ATENDIMENTOS BANCÁRIOS E...

Fim de semana prolongado com dois feriados

Brinquedos aquecem as vendas

'Engenheiro' misterioso usa tampas de caixas d’água em ponto de ônibus em Acari

NÍVEL DO PARAÍBA GERA PREOCUPAÇÃO

Mais da metade da Alerj foi renovada nesta eleição

Wilson Witzel e Eduardo Paes farão segundo turno para governo do Rio

Brasil: depois dos eleitores, investidores aplaudem Bolsonaro

Alerj: João Peixoto, Gil Vianna, Rodrigo Bacellar, Bruno Dauaire e Jair Bittencourt eleitos

AUXÍLIO-ADOÇÃO PARA SERVIDORES PÚBLICOS PODE SER AMPLIADO

Estado do Rio nomeia 79 papiloscopistas que aguardavam chamada para Polícia Civil

Uenf sobe 13 posições no Ranking Universitário nacional

Eleição 2018: Confira seu local votação após modificações do TRE

Juiz eleitoral de Campos orienta sobre regras para o dia da votação; confira

Facebook revela ataque virtual que atingiu 50 milhões de usuários

Há 100 anos, tomava posse a primeira mulher diplomata do país

Garotinho diz que vai recorrer hoje mesmo ao STF para manter campanha

Representantes da Firjan se reúnem com Autopista para pedir mais segurança na BR101

Após agravo de servidores, Rio tenta manter decisão do STF favorável a desconto de 14%

Estimativa para a inflação deste ano sobe para 4,28% e a do PIB cai para 1,35%

Importunação sexual vira crime com pena de até 5 anos de prisão

<< PÁGINA ANTERIOR

Envie seu comentário!

Nome:

E-mail:

Comentário:


Publicidade

  • GClin Campos

  • WIZARD IDIOMAS

  • MEGAFARMA

  • ASP JUSTIÇA

    A LOGOMARCA É SÍMBOLO DA NOSSA UNIÃO. UTILIZE SEU ADESIVO!

Previsão do tempo

Redes sociais

Blog ASP Justiça

Twitter ASP Justiça

Consulte seu extrato

>>

Estatuto ASP Justiça

>>

Seja sócio da ASP Justiça

>>

Links e telefones úteis

>>

Site ASP 2009/2011

>>

Av. Quinze de Novembro, nº. 289 • 4º Andar • Sala ASP Justiça • Centro • Cep. 28035-100 • Campos dos Goytacazes-RJ
E-mail: aspjustica.aspjustica@gmail.com • © Copyright • Novembro/2009 • Todos os direitos reservados a ASP JUSTIÇA
Site feito byChucas: byChucas